Casa dos pássaros: o ponto de encontro dos amantes das aves

Se você ama pássaros, então esse é o seu site. Aqui você irá encontrar todas as informações referentes ao mundo das aves, como curiosidades sobre as espécies, dicas de manejo, ideias para montar um viveiro, formas de reprodução em cativeiro, alimentação balanceada, como ensinar cantos e truques as suas aves e muito mais.

Sabemos que, para manter nossos pássaros com saúde, disposição e vitalidade, precisamos de conhecimentos específicos em relação as suas características e espécie. Por isso, reunimos aqui dicas de criadores especialistas que possuem muito tempo de manejo. Separamos informações sobre pássaros nativos, exóticos e domésticos e também dicas para quem está iniciando nessa linda relação com as aves.

Filhotes de Canário Belga

Comprei meu primeiro passarinho, e agora?

A primeira coisa que você deve saber é que, independente da espécie, o seu pássaro deverá confiar em você. As aves, embora muito curiosas, são naturalmente assustadas e por isso é o seu papel passar confiança a ela, para que a mesma se sinta à vontade em seu novo lar.

Não faça movimentos bruscos próximo a gaiola ou tente agarrar seu passarinho para fazer carinho, por exemplo. As aves, mesmo as domésticas, são diferentes de cães e gatos e não devem ser tratadas da mesma forma.

Ofereça uma alimentação balanceada para a sua espécie e também distrações, como ossos de siba e brinquedos para as aves mais brincalhonas, como calopsitas e periquitos australianos.

Se o seu passarinho ainda é filhote, é extremamente necessário que você tenha noção dos cuidados básicos, como alimentação especifica para filhotes e quais os horários adequados. A gaiola também deverá cumprir as necessidades básicas para essa idade. Esse é o momento ideal para ensinar a sua ave a cantar, seja com o uso de cd’s ou com a aproximação de uma ave mais experiente.

Não se esqueça de manter a gaiola do seu pássaro sempre limpa, com alimentos frescos e água abundante. Muitas espécies adoram tomar banho, então, que tal colocar uma banheira para os dias mais quentes? Pense também em colocar a sua ave para tomar sol (nos dias mais frios) logo pela manhã.

E, claro, dê muito amor e cuidado para que seus passarinhos tenham uma vida longa e feliz.

Trinca Ferro no mato

Qual o local ideal para colocar a gaiola do meu pássaro?

Uma dúvida bastante comum para quem está começando a cuidar de pássaros é o local ideal para colocar a gaiola. Dependendo da espécie, poderão haver necessidades específicas, mas, no geral, os pássaros se sentem mais felizes quando fazem parte da família, por isso, coloque-os próximo de onde haja movimentação de pessoas, para que eles não se sintam isolados e tristes.

Mas, por outro lado, evite cômodos que sejam muito barulhentos, como os que possuem TV com som alto, máquinas de lavar e outros aparelhos eletrônicos que poderão estressar a sua ave.

Os pássaros são bastante suscetíveis à mudança de temperatura, então, evite locais que tenham muita corrente de ar, como em frente a portas, ar condicionado, aquecedores ou janelas. Não se esqueça de não deixar seu pássaro no sol por muito tempo, sem uma sombra para se refrescar.

Lembre-se de sempre comprar uma gaiola em um tamanho adequado para o seu pássaro. Conheça mais sobre os seus hábitos antes de compra-lo, pois assim você saberá o quanto de espaço deverá dispor para que ele viva confortável e feliz.

Como Amansar Calopsita Arisca

Viveiro: espécies compartilhadas podem viver em harmonia?

Para quem gosta de pássaros, ter um viveiro em casa é uma delícia. Ouvir o som do canto e ver a alegria das aves voando para cá e para lá é tudo de bom.

Além disso, ter um viveiro significa economizar tempo em limpeza e no tratamento. Mas, nem todas as aves podem viver juntas. Antes de construir esse espaço, certifique-se de que as espécies não têm problemas em viver no mesmo local com outras diferentes ou não são territorialistas. Os Diamantes Gold, por exemplo, são aves muito sensíveis e que não se sentem à vontade em conviver com outras espécies, já as Calopsitas e os Agapornis podem brigar entre si, gerando mais problemas do que alegrias. De modo geral as espécies de bico curvo não podem ser misturadas, já as de bico reto costumam ser mais sociáveis entre sí, desde que possuam alimentação e espaço suficiente para elas.

Agora que você já aprendeu um pouquinho sobre o básico da criação de aves, que tal continuar a navegar em nosso site e descobrir ainda mais sobre o universo dos pássaros? E não se esqueça de deixar um comentário pra gente!