Saiba Tudo Sobre a Criação de Curió

Share Button

O Curió, cujo nome científico é Oryzoborus Angolensis, sendo que o IBAMA adotou o nome científico Sporophila angolensis, também é conhecido como avinhado e papa-arroz, ele é nativo do Brasil, mas também podem ser encontrados exemplares na Bolívia, Paraguai e outros países da América do Sul, sempre a partir de aves que vão do Brasil para lá. Existem parentes próximos do nosso Curió na Nigéria e na Califórnia, porém diferem do nosso na plumagem e canto. O nome Curió, na língua Tupi Guarani, significa “Amigo do Homem”, pois este pássaro gostava de viver perto da aldeia dos índios. Atualmente é grande a criação de Curió devido ao seu belo canto.

Saiba Tudo Sobre a Criação do Curió Saiba Tudo Sobre a Criação de Curió

CARACTERÍSTICAS FÍSICAS DO CURIÓ

Os Curiós estão distribuído por todo o Brasil e alguns lugares da América do Sul, com destaque para as regiões litorâneas brasileiras, principalmente o litoral paulista. O Curió tem as penas na cor marrom quando é filhote, mas depois de completar a primeira muda, as penas ficam pretas com apenas uma pequena mancha branca na asa, já sua barriga e peito ficam na cor vinho. A fêmea de Curió é marrom com um tom mais claro no peito, mesmo quando adulta. Quando adulto, o Curió fica com cerca de 14 cm de tamanho. O tempo de vida estimado é de 30 anos no cativeiro (se muito bem cuidado) e de 8 a 10 anos na vida selvagem.

ALIMENTAÇÃO DE UMA CRIAÇÃO DE CURIÓ

A alimentação do Curió no Habitat Natural é composta basicamente de alguns insetos e várias sementes, principalmente a semente do capim navalha. Em uma criação de Curió, a alimentação será composta basicamente por uma boa mistura de sementes. Alguns criadores preferem oferecer a ração extrusada. Sempre coloque água limpa e fresca para seus pássaros! Muitos criadores também oferecem larvas de tenébrio, especialmente para as fêmeas na época da reprodução.

O ACASALAMENTO NA CRIAÇÃO DE CURIÓ

Algumas fêmeas de Curió já podem chocar após 06 meses de idade, contudo o ideal é esperar ela completar 01 ano de vida. Eles acasalam durante o mês de setembro até o fim de março, botando de 1 a 3 ovos por ninhada, que são incubados durante doze dias. Após a época de reprodução os Curiós fazem a muda ou troca de penas, normalmente entre os meses de março e junho. O período correto ira depender da região e do pássaro.

As gaiolas para criação de Curió devem ter 45cm x 30cm x 30cm, sendo aconselhável serem um pouco maiores para a reprodução. Elas devem ficar em um local bem arejado e iluminado, e que em hipótese alguma tenha fortes correntes de ar e nem excesso de calor ou frio e, se possível, receba os raios solares da manhã.

Saiba Tudo Sobre o Curió Saiba Tudo Sobre a Criação de Curió

O CANTO DO CURIÓ

No Brasil foram encontrados cerca de 128 tipos diferentes de canto de Curió, normalmente caracterizados por serem oriundos de determinadas regiões do País. Os cantos de Curió que foram sendo mais conhecidos e difundidos foram os que possuíam a qualidade diferenciada da repetição, sendo que os cantos mais conhecidos são o Viteu (Bahia), o Vi Vi Te Teu (Pernambuco), o Vovo Yiviu (Alagoas), o canto Paracambi (Rio de Janeiro), o Catarina (Santa Catarina), o Timbira (Maranhão) e finalmente o Praia Grande (Litoral de São Paulo).

share small Saiba Tudo Sobre a Criação de Curió