Como Criar Besouro-do-amendoim

O besouro-do-amendoim possui o nome cientifico de Palembus dermestoides. Ele também é conhecido como Bicho-do-amendoim ou tenébrio-do-amendoim. Eles são pequenos besouros de cor preta que não conseguem voar. Como o nome diz, seu principal alimento é o amendoim, tornando sua criação muito fácil.

Besouro Amendoim

Eles também adoram pão, por isso recomendamos que você deixe um pedaço de pão seco dentro de sua colônia. As fêmeas conseguem botar de 200 a 500 ovos durante a sua vida, fazendo com que a cultura cresça rapidamente. Eles são muito usados para alimentar peixes ornamentais pequenos, como o Betta, répteis e também filhotes de pássaros pequenos como curiós, coleiros e outros papa-capins.

Como os demais tenébrios, eles gostam de locais escuros, úmidos e quentes, sendo que uma temperatura entre 25 a 30 graus é considerada ideal. Eles também passam pelos quatro estágios, sendo ovo, larva, pupa e besouro, com este último sendo o responsável pelo acasalamento e postura dos ovos.

Como criar besouros-do-amendoim

Para criar basta adquirir uma cultura inicial com algumas larvas e besouros-do-amendoim adultos. Essa colônia rapidamente irá se reproduzir e você terá uma grande colônia. Você precisará de um pote para criar. Ele poderá ser de sorvete ou destes plásticos que são facilmente encontrados em lojas de “R$1,99”. O importante neste pote é que ele tenha diversos furos na tampa ou então que você recorte um pedaço da tampa e cole uma tela mosquiteiro nela.

Você pode colar a tela com cola quente. Basta ter um pouco de cuidado para não se queimar. Outra opção é colocar uma meia calça tampando a boca do pote, colocando um elástico nas laterais para segurar a meia no local.

Montando o pote de criação dos besouros-do-amendoim

Neste seu pote de criação você deverá colocar uma fina camada de farelo de trigo, apenas para forrar o fundo do pote. É recomendado que você deixe esse farelo por 24 horas no congelador. Esse processo matará qualquer tipo de pequeno inseto/ovo que possa estar nele. Em seguida deixe-o voltar a temperatura normal e coloque no recipiente.

Em cima deste farelo coloque os amendoins. Vale lembrar que eles devem ser crus. Você pode inclusive colocar os amendoins com casca, porém faça um pequeno furo nele para que o besouro-do-amendoim e as larvas possam entrar com mais facilidade. Não existe uma quantidade certa de amendoim, sendo que nós recomendamos que você coloque poucos e vá acrescentando apenas quando perceber que eles estão acabando.

Como Criar Besouro do Amendoim

As pequenas larvas crescem rapidamente, ficando assim por cerca de 2 meses. Em pouco tempo você começará a ver que elas estão ficando paradas e enroladas, formando uma “letra C”. Não se preocupe, esse é um sinal que elas estão se preparando para o próximo estágio, que é o de pupa. Ela permanecerá imóvel até completar a transformação. Esse período poderá durar cerca de 1 semana, então ele se transformará no besouro, dando início a um novo ciclo. Lembre-se de manter a sua colônia em um local escuro, desta forma o besouro-do-amendoim se desenvolverá melhor.

Dicas para criar besouros-do-amendoim

Você poderá colocar um pano sobre a metade do espaço disponível na sua criação, deixando-o lá direto. Algumas larvas gostam de se esconder embaixo dele. Esse pano não é obrigatório, então fica a seu critério.

Outro ponto importante é colocar uma fonte de umidade para os besouros-do-amendoim. Poderá ser pedaços de frutas, legumes ou verduras, tais como maçã, casca de banana, pepino, cenoura, batata, abobrinha, talos e folhas de couve, repolho… Enfim, praticamente qualquer alimento servirá.

Lembre-se apenas de colocar tal alimento em cima do pano, não deixando que ele fique em contato com o amendoim. Isso evitará que o amendoim venha a estragar. Recomendamos colocar essa fonte de água pelo menos 2 a 3 vezes por semana. Troque sempre que notar que ela está seca ou que vai estragar.

Você não terá muito trabalho para manter a colônia. Bastará verificar se ela está sendo atacada por formigas ou outros animais, se está com amendoins suficientes, se possui a fonte de água e se tem algum produto mofado ou estragado.

Tenebrio do Amendoim

Quantas culturas de besouro-do-amendoim deverei ter?

É recomendado que você tenha 2 ou 3 culturas separadas. Como eles são animais pequenos isso não ocupará muito espaço. Esse procedimento é uma medida de segurança, uma vez que algo de errado pode acontecer e acabar com uma colônia. Dessa forma você teria outras para poder continuar a sua criação.

Você também poderá congelar as larvas para servir futuramente. Basta deixá-las em um pequeno pote bem tampado e deixar no congelador. Para servir aos animais basta retirar o que for utilizar e esperar alguns minutos para que o tenébrio fique em temperatura ambiente. O seu animal de estimação irá comê-la da mesma forma, apesar de que a larva viva ser mais atrativa.

Você poderá servir as larvas de besouro-do-amendoim para seus pássaros ou outro animal de estimação durante todo o ano. No caso dos pássaros, especialmente na época de reprodução, quando os filhotes nascem. A proteína presente nestes pequenos animais é muito importante para o crescimento rápido e saudável dos pequenos filhotes.

Besouro do amendoim para bronquite, asma e diversas doenças

Este besouro possivelmente é de origem Chinesa e por lá é muito utilizado na medicina popular. Acredita-se que tanto as larvas quanto os besouros têm o poder de curar diversas doenças, como irritação nos olhos, reumatismo, asma, tuberculose, artrite e até mesmo impotência sexual. Se você quiser tentar este tratamento basta ingerir os besouros/larvas ainda vivos. Coloque-os num copo com água e beba. Antes de fazer isso saiba que não existe nenhuma comprovação científica sobre a eficácia do tratamento e que será por sua conta e risco.

Você gostou? ⤵ A sua opinião é muito importante!
Total: 1 votos - Média: 5 estrelas

É GRATUITO!!!

Saiba os segredos para criar pássaros!

Coloque seu melhor email para Receber Gratuitamente as melhores dicas e informações sobre o seu pássaro favorito.


Artigos Relacionados!


Não vá embora sem deixar um comentário!