Saiba Tudo Sobre o Pardal

O pardal pássaro possui o nome científico de Passer domesticus. Ele pertence a família Passeridae e é conhecido em inglês como House Sparrow.  É uma ave oriunda da Europa e da Ásia, que foi introduzida no Brasil em 1906 para controle biológico de insetos. É atualmente a espécie de ave com maior distribuição geográfica no mundo. Uma curiosidade, o feminino de pardal é pardaloca, pardaleja ou pardoca.

Pardal Macho

Distribuição do pardal

Pássaros desta espécie são encontrados em habitats abertos, sendo geralmente em qualquer parte da zona urbana, tanto em grandes metrópoles como em lugarejos. Nas cidades, essas aves se reúnem ao entardecer em bandos muito barulhentos, que não se aquietam até que a noite chegue.

Características físicas do pardal

Quando adultos possuem cerca de 15 centímtros de comprimento. Os machos apresentam duas plumagens: na primavera apresentam cor cinza na parte superior da cabeça e na fronte; cor preta na garganta; cor marrom com riscos pretos nas asas e região das costas; cor cinza claro ou branca no rosto, peito e abdômen.

As penas coberteiras e as penas maiores das asas da ave apresentam cor preta no centro e as pontas são em tons queimados. O bico é preto e os pés são rosados. Durante o outono a plumagem é discreta, os machos adultos apresentam cor preta na região que se estende entre o olho e a base do bico; a garganta possui uma coloração desbotada e abaixo do bico é preto com amarelo.

Já as fêmeas apresentam cor acinzentada no topo da cabeça; marrom na região entre o olho e a base do bico, fronte e bochechas; e uma lista clara acima dos olhos. As penas maiores das asas e a região dorsal são similares às dos machos. O filhote de pardal apresenta cores semelhantes às das fêmeas.

Alimentação do pardal

Se alimentam principalmente de sementes, como as de capins, painço e alpiste. Também podem consumir pequenos insetos, especialmente no período de reprodução. Alimenta-se também de restos de comida como arroz, migalhas de pão, biscoito, fubá e quirela, e ainda come flores, brotos de árvores, e frutas, como mamão, banana, maçã e acerola.

Reprodução do pardal

Pardais formam pares monogâmicos para cada estação de procriação. Esta espécie constrói seu ninho no período de fevereiro a maio. Normalmente depende do pássaro, da disponibilidade de materiais e do local do ninho para que este seja resistente e organizado.

O ninho pode ser feito em um arbusto ou árvore, em buracos de barrancos, em um edifício, no telhado de uma casa, no poste de iluminação, ou até mesmo utilizando o ninho de outras espécies. Os materiais utilizados na construção são vegetação seca, penas, cordas e papel.

Com o território estabelecido o macho chama uma fêmea que esteja próxima. Enquanto mostra-lhe a casa, ele eriça a penugem negra do pescoço. Se ficar satisfeita, a fêmea entra no ninho e a família está constituída.

Consegue botar até oito ovos de cor cinza que são incubados por ambos os pais, normalmente por 12 a 14 dias. Esse tempo pode chegar até a 24 dias, dependendo da temperatura do ambiente. Os filhotes são alimentados e começam a sair do ninho com cerca de 15 dias de idade, quando passam a receber uma dieta vegetariana, retornando frequentemente ao ninho para dormir por mais alguns dias.

Predadores do pardal

Muitos tucanos, corujas, falcões e gaviões caçam e se alimentam de Pardais. Outros predadores conhecidos que se alimentam dos filhotes e ovos incluem gatos, cachorros e serpentes. Algumas pessoas também se alimentam também desta ave.

Saiba Tudo Sobre o pardal

Canto do pardal

Você pode baixar o canto do pardal em nosso site, para isso basta clicar com o botão direito em cima do nome do canto, em seguida clique em “Salvar Link Como…” e escolha o local onde ficará salvo. Você também poderá escutar, para isto basta clicar no botão play.

Canto do pardal

Você gostou? ⤵ A sua opinião é muito importante!
Total: 1 votos - Média: 5 estrelas

É GRATUITO!!!

Saiba os segredos para criar pássaros!

Coloque seu melhor email para Receber Gratuitamente as melhores dicas e informações sobre o seu pássaro favorito.


Artigos Relacionados!


Não vá embora sem deixar um comentário!