Saiba Tudo Sobre o Bicudo

O pássaro bicudo, que tem o nome científico de Sporophila maximiliani, pertence a família Thraupidae e em inglês é chamado de Great-billed Seed-Finch. Também é conhecido como bicudo-do-norte, bicudo-preto e bicudo-verdadeiro. É um pássaro muito popular entre os criadores Brasileiros devido ao seu belo canto.

Bicudo Guia Completo de Criação e Reprodução Com Fotos

O bicudo na natureza

Na natureza tornou-se uma espécie muito rara de ser encontrada, sendo considerada em estado critico pelo IBAMA. Muito disso é culpa dos traficantes de animais. Eles acabam buscando os pássaros para vender no comércio ilegal, uma vez que eles atingem altos preços. A criação de bicudo em cativeiro, regulamentada pelo IBAMA, é uma das melhores formas de evitar este comercio ilegal e preservar os pássaros.

Outra causa da diminuição da quantidade de bicudos na natureza são os agrotóxicos usados nas plantações de arroz, que é um dos alimentos preferidos dele. É um pássaro que na natureza tem preferência por ficar próximo de locais que tenham uma vasta quantidade de água e capim, cujas sementes compõem sua alimentação básica.

Características físicas do bicudo

Ele mede cerca de 15 centímetros de comprimento. A plumagem dos machos é muito brilhante, sendo praticamente toda negra, e com reflexos verdes e azuis, dependendo da luz. Eles têm uma pequena mancha branca nas asas, que dá um grande contraste com as demais penas. A parte de baixo das asas também possui algumas nuances de branco.

As fêmeas são pardas, assim como os filhotes, sendo mais escuras no dorso. Os machos começam a ficar com as penas de adulto com cerca de 12 meses de vida. A grande característica, e que dá o nome para está espécie, é o seu grande bico, que é desproporcional em relação a cabeça, por ser muito alto e grosso. O bico da maioria dos bicudos é branco ou manchado, exceto os da subespécie Atrirostris, que são totalmente pretos.

Leia estes textos para mais informações sobre o bicudo

Canto do bicudo

O canto do bicudo lembra o som de uma flauta, sendo melódico e complexo. É importante lembrar que ocorrem variações regionais no canto e também de pássaro para pássaro. Eles também costumam cantar para disputar territórios e para ganhar a simpatia das fêmeas no período reprodutivo. Ao cantar, eles ficam eretos, com o peito empinado e a cauda apontada para baixo, mostrando ser valente e estar disposto a defender seu território.

Você gostou? ⤵ A sua opinião é muito importante!
Total: 2 votos - Média: 4.5 estrelas

É GRATUITO!!!

Saiba os segredos para criar pássaros!

Coloque seu melhor email para Receber Gratuitamente as melhores dicas e informações sobre o seu pássaro favorito.


Artigos Relacionados!


Não vá embora sem deixar um comentário!