Saiba Tudo Sobre o Urubu-rei

O urubu-rei, cujo nome científico é Sarcoramphus papa, pertence a família Cathartidae e em inglês é chamado de King Vulture. É popularmente conhecido como urubu-real, urubutinga, corvo-branco, urubu-branco, urubu-rubixá e iriburubixá. Conheça outras espécies de urubu.

Urubu-rei

Distribuição do urubu-rei

É originário do México, Colômbia, Bolívia, Peru, norte da Argentina, Uruguai e Brasil. Embora presente em todo o Brasil, é mais comum no Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Habita áreas de pastagem, campos, cerrado, bosques, florestas, locais distantes dos centros urbanos. Não sobrevive em regiões desérticas.

Características físicas do urubu-rei

Ele mede de 80 a 85 centímetros e possui uma grande envergadura de 180 centímetros. Chega a pesar de 3 a 5 quilos. Os machos são um pouco menores do que as fêmeas de urubu-rei. Possui narinas vazadas, tem pernas cinzas e garras fortes, longas e grossas. O macho possui uma crista carnuda vermelha, amarela ou laranja. Tem cabeça e pescoço nus, sendo que esta falta de penas é uma evolução da espécie para evitar que bactérias presentes na carniça da qual se alimenta se proliferem.

A ave se expõe com frequência ao sol para esterilizar seu corpo. A parte superior do corpo é amarelo-claro/esbranquiçado, com asas e cauda pretas, o lado inferior é branco, com plumagem branca e negra. Os recém nascidos possuem uma fina penugem branca e fofa, mantida nas primeiras semanas de vida. O urubu-rei é uma ave muda, não possui siringe, só sabendo fazer barulhos que lembram um bufar.

Alimentação do urubu-rei

É uma espécie carnívora. Consome animais vivos que estejam agonizando e carne em decomposição. Tem um papel saneador muito importante, eliminando matérias orgânicas em decomposição do ambiente. São imunes ao botulismo e digerem através do suco gástrico toda e qualquer toxina cadavérica e também as bactérias.

Tem o hábito de esperar os outros urubus encontrarem a carniça para aproveitar da fonte de alimentação. Quando se alimenta é em grande quantidade, de forma que fica difícil até mesmo de se movimentar. Em cativeiro os Urubus Rei são alimentados com carnes frescas e por isso seu cheiro corporal não é fétido.

Reprodução do urubu-rei

O período reprodutivo é de julho a dezembro, com a maturidade sexual sendo atingida aos 3 anos de idade. O casal normalmente faz o ninho no chão, no meio de pedras ou em morros, e em alguns casos reutiliza o ninho anterior. A postura é de 1 a 2 ovos, a incubação dura de 53 a 59 dias e é feita pelo casal. Quando a fêmea esta incubando o macho se encarrega de levar alimentos para ela. Quando o filhote de urubu-rei está nascendo a fêmea o ajudará a tirar a casca do ovo, delicadamente.

Comportamento do urubu-rei

Esta espécie procura seu alimento durante o dia, principalmente ao amanhecer. Costuma procurar árvores altas para passar a noite, longe de predadores. Quando está no chão normalmente irá se locomover através de pulinhos. Para regular a temperatura corporal costuma evacuar nas próprias pernas e quando se sentem incomodados vomitam e sopram fortemente para afastar o invasor, característica também feita pelos filhotes, quando o intruso se aproxima.

Costumam se defender com as garras e, principalmente, com seu poderoso bico forte e afiado. O urubu-rei é um pássaro que corre risco de extinção pois é afetado pela destruição de seu habitat e também por ser alvo de traficantes de animais, devido a sua grande beleza.

Você gostou? ⤵ A sua opinião é muito importante!
Total: 1 votos - Média: 5 estrelas

É GRATUITO!!!

Saiba os segredos para criar pássaros!

Coloque seu melhor email para Receber Gratuitamente as melhores dicas e informações sobre o seu pássaro favorito.


Artigos Relacionados!


Não vá embora sem deixar um comentário!