Como Escolher um Guia de Identificação de Aves?

Para os praticantes de birdwatching, ou simplesmente para quem ama de aves, é indispensável um bom guia de identificação de aves. Especialmente quando se vai passar algum tempo observando os pássaros, seja no quintal da sua casa ou na mata. Apesar de formarem um grande conjunto de espécies, as aves apresentam variadas formas, cores e cantos que as permitem serem distinguidas quando comparadas a ilustrações e descrições de livros, mesmo por pessoas inexperientes.

Como Escolher um Guia de Identificação de Aves

Qual guia de identificação de aves devo escolher?

Quando for comprar um guia de identificação de aves tome alguns cuidados. Em primeiro lugar, é preciso saber a área em que as aves serão observadas. Se o observador pretende passar a maior parte de seu tempo em apenas uma cidade, por exemplo, o melhor é buscar um guia específico. Neste sentido temos o “Guia de Campo – Aves da Grande São Paulo”, de Pedro Develey e Edson Endrigo.

Por outro lado se a observação será em lugares variados do Brasil poderá ser usados livros mais abrangentes. O guia “A Field Guide to the Birds of Brazil”, de Ber van Perlo é uma boa opção. É importante saber também em que bioma estará a observação. Existem guias específicos para ambientes como a Mata Atlântica, Cerrado e Pantanal, por exemplo.

Em segundo lugar, é importante ter em mente como será usado o guia. Será no campo ou então para observar os pássaros de seu jardim. Existem livros menores e mais leves, próprios para serem levados em viagens e caminhadas. Eles são mais práticos para a identificação de aves em campo, como os citados anteriormente. Já outros são maiores e, apesar de possuírem mais informações, são pouco móveis. É importante, por isso, ter o livro em mãos antes de optar pela aquisição.

O que um bom guia deverá ter?

Por fim, as ilustrações podem até ser o grande foco em um guia de identificação de aves, mas não bastam para torná-lo bom. Eles também devem retratar com fidelidade as espécies e apresentar descrições como distribuição geográfica, hábitos alimentares, forma do ninho ou som do canto.

Nesse contexto, vale ressaltar que apenas um guia não será suficiente para aqueles que querem se aprofundar no conhecimento de aves. Nesse caso, recomenda-se o uso de guias que se complementem, tanto em espécies quanto em descrições. Você pode até mesmo levar seu guia para uma exposição de pássaros.

Você gostou? ⤵ A sua opinião é muito importante!
Total: 1 votos - Média: 5 estrelas

É GRATUITO!!!

Saiba os segredos para criar pássaros!

Coloque seu melhor email para Receber Gratuitamente as melhores dicas e informações sobre o seu pássaro favorito.


Artigos Relacionados!


Não vá embora sem deixar um comentário!