A Alimentação do Pintassilgo Adulto

A alimentação do Pintassilgo Adulto na natureza é constituída basicamente de todo tipo de semente de capim, de picão, assa-peixe, dente-de-leão, capim colonião, serralha, flores do eucalipto e insetos dos pinheirais. Em cativeiro, pode ser fornecido sementes de alpiste, painço, senha, aveia e nabão, além de frutas como a maçã e goiaba e de legumes e verduras como jiló, pepino, pimentão, couve, mostarda e Agrião. A alimentação de uma criação de Pintassilgo é basicamente a mesma que é fornecida para os Canários Belga.

A Alimentação do Pintassilgo Adulto

Você pode fornecer ração extrusada especifica do Canario Belga, contudo, se o seu pássaro estiver acostumado a comer apenas sementes você deverá acostuma-lo gradativamente a ração, para isto basta ir substituindo aos poucos a semente pela ração, até chegar ao ponto de colocar apenas a ração extrusada para o Pintassilgo. Sempre vale ressaltar a importância de fornecer água limpa e fresca, além de manter os bebedouros sempre limpos.

O osso de siba pode ser oferecido em qualquer época do ano, e larvas de tenébrio podem ser oferecidos no período de reprodução, para os filhotes, cuja alimentação normal deverá ser acrescida de papa de pão amanhecido misturado com gema de ovo cozido, ou gema de ovo passada na peneira com farinha de rosca. A adaptação e criação destes pássaros em cativeiro é bem fácil, face a comida para Pintassilgos ser bastante diversificada, aceitando bem diversos tipos de grãos e sementes, farinhadas e verduras.

A-Alimentação-do-Azulão-Adulto1
A alimentação do Azulão consiste basicamente em uma boa mistura de sementes, como Alpiste e Painço Comum, sendo complementada ainda com Senha, Arroz com casca, Girassol miúdo e Aveia, além disto pode ser fornecido larvas de tenébrio durante todo o ano, especialmente quando a fêmea estiver com filhotes. Mistura a…
Como-Reproduzir-o-Curió-em-Cativeiro1
Na natureza o Curió defende arduamente seus domínios caso outra ave se aproxime do ninho, contudo, em cativeiro não será difícil procriar a espécie, desde que o local de acasalamento reproduza o habitat natural, para isso, você pode criá-lo em viveiros ou gaiolas. No caso dos viveiros para Curió, você…

Deixe Sua Opinião

Comentários

Os comentários estão encerrados