Saiba Tudo Sobre a Criação de Calopsita

Share Button

A Calopsita são pássaros originários da Austrália, sendo que a cor mais comum é a que tem o corpo cinza com as bordas das asas brancas. A crista do macho é amarela sobre uma cabeça amarela e, na fêmea, cinza amarelado com a cabeça cinza. Esta mutação é conhecida como Cinza Silvestre. Elas tem em média 30 cm quando adultas e pesam de 95 a 120 gramas. A criação de Calopsitas vem ganhando grande espaço, pois a busca destas aves para serem animais de estimação cresce a cada dia, especialmente porque elas são extremamente brincalhonas e amigáveis. A pouco tempo lançamos o nosso guia completo sobre a criação de Calopsita, vale a pena dar uma lida com calma e atenção.

Calopsita Guia Completo Criação e Reprodução com Fotos Saiba Tudo Sobre a Criação de Calopsita

ALIMENTAÇÃO DE UMA CRIAÇÃO DE CALOPSITA

As Calopsitas aceitam uma grande quantidade de sementes, contudo a base da alimentação deve ser o Painço (50% a 60%), Alpiste(30% a 20%) e outras sementes como Aveia, Girassol, Arroz com casca, niger. Ou seja, uma boa mistura de sementes para Calopsita irá ajudar seu pássaro a ficar saudável. A farinhada a base de ovo para Calopsitas é de grande importância, principalmente na fase da acasalamento e criação dos filhotes de Calopsita. Em uma criação de Calopsita não poderá faltar verduras e legumes como couve, almeirão, chicória, brócolis, jiló, beterraba, pepino e cenoura, alguns pássaros também gostam muito de frutas como uva, laranja e maça. Um cuidado importante com os alimentos para Calopsitas é com relação a dar alimentos açucarados como chocolates, bolachas doces e outros alimentos “infantis”.

O ACASALAMENTO NA CRIAÇÃO DE CALOPSITA

Na natureza as Calopsitas se reproduzem na época das chuvas, pois é quando se tem uma quantidade maior de alimentos disponíveis, já em cativeiro elas podem procriar o ano inteiro, mas é importante deixar alguns meses de descanso para os casais. Para a reprodução de Calopsitas é melhor escolher aves ariscas, pois as Calopsitas mansas podem não conseguir se reproduzir. Por exemplo, elas podem sair do ninho sempre que escutar a voz dos donos. Outro ponto importante é escolher aves novas para o acasalamento, pois se você comprar um casal já esteja formado, poderá ser que eles sejam descarte de algum criador de Calopsitas, sejam por ser aves velhas ou por de repente não conseguirem se reproduzir bem.

Reprodução Calopsita Saiba Tudo Sobre a Criação de Calopsita

CRIAÇÃO DE CALOPSITA EM GAIOLAS OU VIVEIROS?

As Calopsitas podem ser criadas em gaiolas individuais com cerca de 1,00cm X 50cm X 50cm ou então em viveiros. Os ninhos para Calopsitas devem ter no mínimo 35cm X 20cm X 20cm, um ninho menor vai acabar trazendo problemas após o nascimento dos filhotes, pois eles crescem rápido e poderá faltar espaço. Os dois métodos tem suas vantagens e desvantagens, a escolha de qual utilizar vai depender da finalidade da criação, do espaço e do tempo disponível.

Com cerca de 01 ano de vida as Calopsitas estão prontas para o acasalamento, sendo que as fêmeas botam em média de 04 a 07 ovos por postura, já a incubação demora em média de 20 a 23 dias e o casal revesa no choco, sendo que geralmente o macho fica chocando durante o dia e a fêmea durante a noite. A partir do 7 dia de choco podemos fazer a Ovoscopia e verificar a presença do embrião.

GAIOLAS PARA CRIAÇÃO DE CALOPSITA

O ideal seria ter no minimo duas Calopsitas, independente ser forem ou não um casal, pois assim elas não irão ficar muito dependentes dos donos e caso seja necessário ficar um ou dois dias fora de casa, elas irão ficar bem. Existem diversos modelos de gaiolas para Calopsitas no mercado, pense bem na hora de escolher a sua. Os poleiros das gaiolas devem ter várias espessuras e ranhuras, com isso elas conseguem firmar-se bem.

share small Saiba Tudo Sobre a Criação de Calopsita